quinta-feira, 6 de julho de 2017

Quatro pessoas são condenadas por vandalismo, desacato e perturbação em São Vicente do Sul



O juiz Thiago Tristão Lima, do Juizado da Infância e Juventude da Comarca de São Vicente do Sul, condenou quatro pessoas, entre 16 e 18 anos, pelos delitos de dano, desacato e perturbação do sossego alheio. O grupo e outros nove homens foram acusados de praticar atos de vandalismo em uma praça e em um clube de São Vicente do Sul, no dia 17 de maio de 2015.
Os quatro foram condenados pelo delito de dano, desacato e perturbação e deverão permanecer internados por no máximo 2 anos, sem a realização de atividade externa. De acordo com a decisão do magistrado, eles já respondem por diversas infrações na Comarca, sendo que dois deles por atos infracionais, já estão internados no Centro de Atendimento Socieducativo (Case) em Santa Maria. Um dos jovens já foi condenado em ação penal por tráfico de entorpecentes e está recolhido no Presídio Estadual de São Vicente do Sul.
“As circunstâncias em que ocorreram os fatos merecem destaque, eis que ocorridos em meio a grande tumulto causado pelos representados, o qual gerou temor à comunidade local, tendo o caso tido grande repercussão no município e região, bem como em razão de terem os mesmos investido contra a guarnição da Brigada Militar, que não teve meios para conter a ação dos mesmos. Por tudo isso, tenho que a conduta dos representados merece grave reprovação”, afirmou o juiz.
O caso
Por volta das 3h45min da madrugada, dois dos acusados teriam sido expulsos de um baile promovido pelo Clube Vicentino. Depois disso, já em grupo, teriam ameaçado os seguranças do evento, o presidente do clube, quebrado vidros, portas e invadido o prédio, onde teria havido mais destruição. Ainda há relatos de testemunhas de que os jovens arremessaram pedras, garrafas e pedaços de madeira contra dois policiais militares que foram chamados para atender a ocorrência. Os policiais efetuaram disparos para tentaram acabar com a confusão, mas o grupo seguiu fazendo ameaças. Foi preciso pedir reforço à polícia de uma cidade vizinha. Ainda foram acusados de provocar danos nas proximidades do clube. O dono de uma moto também teve o veículo danificado pelo grupo. Valor ainda em apuração.

Nenhum comentário: