segunda-feira, 10 de julho de 2017

Prefeitura de Santa Maria vai pagar R$1,350 milhão pela desapropriação do prédio do Memorial às vítimas da Kiss



A Prefeitura de Santa Maria vai pagar R$ 1,350 milhão pela desapropriação do prédio do Memorial às vítimas da Kiss. O valor foi confirmado na tarde desta segunda-feira (10) durante uma reunião.
O montante deve ser pago à Econn, empresa dona do imóvel, em 12 parcelas. A primeira delas em até 30 dias contando a partir do decreto que foi assinado hoje.
O acordo de cooperação - firmado entre a prefeitura de Santa Maria, o Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) e a Associação das Vítimas da Tragédia de Santa Maria (ATVSM) – foi assinado nesta segunda-feira para o concurso que escolherá o projeto de construção do memorial. A prefeitura ficará responsável por dar todo o revestimento legal às duas licitações: a que prevê a contratação do projeto de arquitetura do memorial e também a que fica responsável pela execução do projeto.
De acordo com o cronograma previsto pela prefeitura da cidade, a ideia é que a pedra fundamental do memorial seja lançada em 27 de janeiro de 2018, quando a tragédia completa cinco anos. O prédio deve ser demolido e a construção do memorial seria concluída até janeiro de 2019. As famílias das vítimas serão ouvidas sobre a construção do espaço para que possam colaborar com ideias.
O acordo de cooperação prevê que, para ambas as situações, os recursos sejam viabilizados de duas formas: por meio de parceria público-privada ou por meio de crowdfunding (financiamento coletivo). Conforme a prefeitura, a definição do financiamento coletivo deve ser feita nesta semana.

Nenhum comentário: