quarta-feira, 26 de julho de 2017

Foragido de alta periculosidade foi preso em Santiago



Um dos quatro presos na tarde da última segunda-feira, 24, em Santiago, é um criminoso de alta periculosidade. Claudio Roni Azambuja de Lima, de 39 anos, é o nome verdadeiro do acusado que, ao ser preso, identificou-se como Getúlio Rigão Júnior, de 39 anos, natural de Lages/SC. Na manhã de ontem, 25, um agente do Serviço de Inteligência Policial e Análise Criminal da Delegacia de Polícia Regional de Santiago, identificou o verdadeiro nome do bandido.
Claudio Roni Azambuja de Lima é natural de Santa Maria e estava foragido do regime semiaberto do Presídio Regional de Santa Maria. Claudio tem uma vasta ficha policial, que inclui uma recente condenação de 24 anos de prisão em regime fechado e um mandado de prisão preventiva em aberto. Tanto a condenação como a prisão preventiva datam do começo do mês de Julho.
O acusado responde inquéritos policiais por diversos crimes no Estado. Em sua ficha policial consta roubo a uma agência do Banrisul de Nova Pádua, roubo a joalheria, casa lotérica e outros estabelecimentos comerciais em Santa Maria, homicídio em Caxias do Sul, latrocínio em Santa Maria, receptação, roubos e furtos em Pelotas, entre outras ocorrências.
De acordo com a delegada Débora Durlo Poltosi, titular da Delegacia de Polícia de Santiago, o acusado será indiciado também pelo crime de falsa identidade.
Claudio Roni Azambuja de Lima e mais três homens foram presos na tarde de segunda-feira, 24, em Santiago, por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa. Eles estavam em um carro com placas de Guaíba e, segundo suspeita da Polícia, estariam tramando um assalto ao comércio local.

Nenhum comentário: