sexta-feira, 7 de julho de 2017

Bandidos atacam agências bancárias em Jari



Criminosos atacaram agências bancárias em Jari, na madrugada desta sexta-feira (7). A cidade possui cerca de 3,5 mil habitantes e não tinha policiamento por volta das 3h30, quando o ataque ocorreu. De acordo com a Brigada Militar, foram atacadas as agências do Banrisul, do Sicredi e dos Correios. A Brigada Militar afirmou inicialmente haver uma explosão, mas a Delegacia de Roubos garante que foram apenas arrombamentos.
O delegado Joel Wagner, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), afirma que a informação repassada pelas equipes de segurança das agências bancárias é de que os terminais eletrônicos e os cofres não foram mexidos. O que os bandidos visaram foram as armas dos vigilantes e coletes à prova de balas, que ficam armazenados nas unidades. O único local em que o alvo não era armamento é a unidade dos Correios. A Polícia Civil confirma que um cofre foi arrombado com o uso de pés de cabra.
A Brigada Militar foi avisada dos ataques pela população, que acordou assustada com ação. O reforço do efetivo se deslocou de Cruz Alta, que fica a 120 quilômetros de Jari. Além disso, metade do percurso é de estrada de chão batido. Quando os policiais chegaram, a quadrilha já tinha fugido. Os moradores disseram que os crimes foram cometidos por um grupo grande de bandidos. Ainda não há informações sobre quais veículos eles utilizaram na fuga. As agências bancárias estão isoladas para a perícia. Não houve reféns, feridos, nem confronto com a polícia. A Brigada Militar faz buscas, mas até agora não tem pistas dos bandidos.
O Comandante da Brigada Militar que responde por Tupanciretã e Jari, Capitão Juliano Cadó, informou que os criminosos não usaram explosão na ação e que do Banrisul foram levados dois revólveres e dois coletes, do Sicredi uma quantia em dinheiro não revelada que estava no cofre interno. Na agência dos Correios, foram registrados apenas danos materiais. 

Nenhum comentário: