sábado, 3 de junho de 2017

Três bancos são explodidos em menos de 1h no Rio Grande do Sul



Três agências bancárias foram explodidas, nessa madrugada em um intervalo de menos de uma hora, no Rio Grande do Sul. Por volta de 2h15min, dois bancos foram atacados em Boa Vista do Buricá, no Noroeste gaúcho. Fortemente armados, os criminosos detonaram os caixas eletrônicos das agências do Sicredi e Banco do Brasil.
Conforme a Brigada Militar, os assaltantes ainda utilizaram moradores que cruzaram o trecho de carro como escudo humano. Ao menos três pessoas foram levadas como reféns durante a fuga. Uma delas chegou a ser amarrada ao capô de um Kia Sportage. O bando fugiu em quatro carros e baleou outros três. As vítimas foram liberadas, minutos mais tarde, em Nova Candelária. A Brigada Militar ainda não soube informar se os assaltantes levaram o dinheiro das agências. A cidade conta com oito mil habitantes.
Em Campestre da Serra, na região dos Campos de Cima da Serra, uma terceira agência foi explodida na madrugada. Por volta das 3h, a unidade do Banco do Brasil foi atacada por um outro grupo criminoso. Os bandidos explodiram o prédio e acessaram o cofre da agência. Durante a fuga, os assaltantes trocaram tiros com a Brigada Militar por mais de sete quilômetros. Na localidade de São Manoel, o grupo abandonou o veículo e procurou abrigo em um matagal. A área foi isolada e barreiras foram montadas na região. Até o momento, ninguém foi preso. A população do município gira em torno de três mil habitantes.

Nenhum comentário: