sexta-feira, 23 de junho de 2017

Policiais civis de São Luiz Gonzaga prestaram homenagem ao colega morto hoje em Gravataí



Policiais civis de São Luiz Gonzaga prestaram homenagem ao colega morto em Gravataí. Em frente à Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), fizeram um minuto de "sirenaço", como forma de lamentar a perda do policial.
O escrivão Rodrigo Wilsen da Silveira, chefe de investigação da 2ª DP de Gravataí, levou um tiro em operação na manhã de hoje. Ele foi alvejado no momento em que cumpria mandado de busca e apreensão durante uma operação contra o tráfico de drogas. No local, havia quatro homens, uma mulher, além de armas. O homem que atirou no policial foi preso
Em nota oficial, a Polícia Civil manifestou "seu mais profundo pesar pelo falecimento, no cumprimento do dever" do escrivão. "Ele deixa como legado sua bela trajetória marcada pelo profissionalismo e dedicação incondicionais. Diante desta perda irreparável, a Polícia Civil se solidariza com a dor dos familiares e amigos do escrivão Rodrigo. Somos todos Rodrigo", diz a nota, assinada pelo Chefe de Polícia Civil, delegado Emerson Wendt.

Nenhum comentário: