quarta-feira, 14 de junho de 2017

Moradores das proximidades da via-férrea em Tupanciretã podem perder suas casas



As  construções  que  margeiam  a  via-férrea  em  Tupanciretã  estão  sendo  questionadas na  Justiça  Federal  de  Cruz  Alta,  no  trecho,  mais  de  80  famílias  vivem  o  drama  de uma  possível  Ordem  de  Despejo, requerida pela ALL(América Latina Logística), empresa multinacional que detém a concessão para explorar a estrada de ferro local e quer a retirada das famílias, muitas residem a mais de 40 anos em diferentes bairros da cidade.

O vereador Luis Valmor da Silva França- sem partido, relatou na última sessão ordinária, desta segunda-feira(12), que os moradores mais humildes sentiram-se acuados e estão ansiosos, temendo a desapropriação, segundo o vereador, os moradores não devem deixar para última hora, sob pena de serem omissos e condenados a revelia.

fonte: Manchete online

Nenhum comentário: