sexta-feira, 23 de junho de 2017

Ampliação do Presídio Estadual de Santiago já vem sendo objeto de estudo na região a mais de dois anos



A ampliação do Presídio Estadual de Santiago já vem sendo objeto de estudo na região a mais de dois anos.

De acordo com a juíza da Vara Criminal da Comarca de Santiago, Cecilia Laranja da Fonseca Bonotto, na última década está ocorrendo um aumento significativo da população carcerária em todo o Brasil e paralelamente a isso, as dificuldades de recursos do Poder Executivo para reformas e ampliações.

O presídio estadual de Santiago já vem apresentando superlotação e, o Poder Judiciário de forma criativa e proativa  está tentando auxiliar no sentido de criar novas vagas no sistema carcerário de Santiago.

A juíza Cecilia lembrou que nesta semana foi inaugurada a nova ampliação do albergue, com 30 novas vagas, com investimento de R$ 21.705,00.

O próximo passo é mais uma galeria, no regime fechado, cuja construção iniciará em julho. Como gestora das verbas pecuniárias, oriundas de prestações alternativas, Cecilia Laranja disse que já vem reservando os valores  para poder bancar as ampliações. O orçamento da nova galeria é de aproximadamente R$ 870 mil.

Lembra que anos atrás  tais verbas foram utilizadas  para a compra de viaturas, como já ocorreu em Santiago,  beneficiando a Brigada Militar, Polícia Civil e Susepe, assim como equipamentos para os Bombeiros.

Nos últimos dois anos as colaborações à estas instituições foram freadas para poder juntar valores mais expressivos e beneficiar o presidio de Santiago.

Nenhum comentário: