quarta-feira, 28 de junho de 2017

Adolescente desaparecida há seis meses no Litoral Norte foi morta e enterrada pelo cunhado



O corpo da adolescente Aline de Oliveira Ribeiro, de 15 anos, foi encontrado na noite desta terça-feira (27) pela Polícia Civil e Brigada Militar de Mampituba, no Litoral Norte gaúcho. A menina estava desaparecida desde dezembro do ano passado, quando saiu de casa e não voltou. Ontem, mais de seis meses depois, o cunhado dela confessou o assassinato.
Conforme a Brigada Militar, o assassino confesso, Joel da Silva Rikunenko, de 30 anos, levou os investigadores até o local onde enterrou o corpo, em um terreno vizinho ao que ele morava com uma irmã da vítima, na Vila Broca. A ossada foi encontrada enrolada em um lençol, com pedaços para fora da terra. 
De acordo com a família, ele não era um dos suspeitos inicialmente, mas ao longo dos últimos meses apareceram indícios de que ele estava envolvido. Um dos fatores é que ele se mudou para o município de Araranguá, em Santa Catarina, após o ocorrido. 
O motivo do crime ainda não foi esclarecido.
O irmão mais velho de Aline, o marmorista Ronaldo Sander Ribeiro, diz que a menina era muito estudiosa e querida por todos. 
"É um sentimento terrível, que eu sequer sei descrever. Além de ser minha irmã, eu sou padrinho de batismo dela", desabafa o irmão. 

Nenhum comentário: