domingo, 14 de maio de 2017

Traficantes presos em São Luiz Gonzaga têm vinculação com facção Os Manos



Na manhã deste sábado, 12, a Polícia Civil cumpriu, em São Luiz Gonzaga, três mandados de prisão preventiva, expedidos em um processo de investigação por tráfico de drogas. As investigações tiveram início há quatro meses para apuração de denúncia de tráfico de drogas na Vila Itapevi, nesta cidade, resultando em três prisões em flagrante, com apreensão de drogas em poder de indivíduos que traziam a droga da região metropolitana para cá, usando os ônibus de linha.

A operação recebeu o nome de Galo Cego, em alusão ao chefe da quadrilha, portador de deficiência visual, o qual era auxiliado em suas atividades pelos pais e pelo irmão, este, funcionário de empresa de segurança da cidade.

Foram presos seis integrantes da quadrilha nesta cidade, estando pendente de cumprimento o mandado de prisão preventiva do líder da quadrilha que não se encontra em São Luiz, estando em endereço desconhecido, conforme informações dos familiares, hoje presos. Considerado foragido, Djonathan Danimar Haas Socoloshi, 25 anos, também responde a procedimentos por tentativa de homicídio, com uso de arma de fogo, sendo considerado um indivíduo perigoso, em razão de ameaças de morte feitas a uma das vítimas e, também, à coordenadora das investigações, Del. Elaine Schons. As informações apontam, ainda, que a quadrilha possui vinculação com a facção dos ‘manos’.

Nenhum comentário: