segunda-feira, 15 de maio de 2017

Ocorrências policiais atendidas pela Brigada Militar nas últimas horas em Santiago



ATROPELAMENTO

                          As 19h20min de sábado (13/05) uma guarnição compareceu no pronto socorro municipal.  No local, uma senhora relatou que foi atropelada por um automóvel. Segundo ela o fato ocorreu no cruzamento entre as Ruas Benjamin Constant e Rafael Gomes da Silveira, bairro Maria Alice Gomes.  O condutor fugiu sem ser identificado. Com escoriações pelo corpo a vítima recebeu atendimento médico e foi liberada.

LESÃO CORPORAL

                          DOIS casos foram registrados. Um deles às 15h15min de domingo (14/05) na Rua Sílvio Tusi, bairro Jardim dos Eucaliptos. No local, um homem era socorrido pelos Bombeiros, com ferimentos na boca. Segundo ele, foi agredido por dois homens desconhecidos. Ele foi encaminhado ao pronto socorro municipal.

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA – LEI MARIA DA PENHA

                          DOIS casos foram registrados. Um deles às 23h35min de ontem, na Rua Valdo Melo, bairro Nei Pereira. No endereço, um homem relatou que foi ameaçado pela sua companheira, a qual portava uma faca. Como a mulher relatou que também foi agredida, ambos acabaram presos. A guarnição encaminhou o casal a DPPA para registro do fato.
             
EMBRIAGUEZ AO VOLANTE


                          Por volta das 02h45min de hoje (15/05 – segunda) uma guarnição compareceu na Rua José Caetano de Melo, Vila Nova, para averiguar uma algazarra. No endereço, um veículo com três ocupantes foi abordado. Ao identificar os indivíduos, os policiais verificaram que o motorista apresentava visíveis sinais de embriaguez alcoólica.  Ele negou-se a realizar o teste etilômetro. Segundo a base de dados do DETRAN, a sua CNH estava cassada, decorrente de uma autuação por embriaguez ao volante. Ele foi preso e encaminhado a DPPA. Por entendimento do Delegado plantonista, o motorista foi liberado após o registro policial. O fato será investigado através de inquérito policial. O homem foi autuado conforme prevê o CTB, pela Brigada Militar.

Nenhum comentário: