quinta-feira, 11 de maio de 2017

Em Jaguari, acusado de agressão alega falsa comunicação de ocorrência


O comunicante Rafael dos Santos Rios, conhecido como “Jamaica” residente na cidade de Jaguari compareceu na Delegacia de Polícia daquela cidade, onde declarou que tomou conhecimento que o indivíduo Jorge Luis dos Santos Almeida havia registrado uma ocorrência policial lhe acusando de agressão com golpes de facão, resultando lesionado na cabeça. A notícia foi veiculada no Noticiário Policial e nas redes sociais. O comunicante alega o fato é uma falsa comunicação de ocorrência e uma denunciação caluniosa contra a sua pessoa, uma vez que não ocorreu nenhum tipo de agressão conforme registrado pela suposta vítima. O comunicante ressaltou que ficou sabendo que a suposta vítima teria se envolvido numa confusão no Centro Administrativo Municipal, onde teria tentado forçar a entrada, armado com uma faca, com intenção de matar o prefeito. E segundo informações ele foi contido pela Brigada Militar, vindo a cair ao solo batendo com a cabeça. O comunicou disse ainda que tal indivíduo chegou a trabalhar com ele, agenciando negócios de venda de lenha, mas recebia pelo serviço prestado conforme o combinado. Ocorre que o indivíduo que é alcoólatra passou a trabalhar embriagado, sendo dispensado pelo comunicante, fato que deve ter o levado a agir de tal forma.
A vinculação do nome do comunicante como acusado de agressão lhe causou transtornos e prejuízos junto a sua clientela.
O comunicante ressalta que não cometeu nenhum crime e deseja processar criminalmente o autor das falsas acusações. A Polícia Civil vai investigar as duas versões. 

Nenhum comentário: