quinta-feira, 18 de maio de 2017

Eike Batista paga parte de fiança e juiz suspende prazo



Em prisão domiciliar desde o fim de abril por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, o empresário Eike Batista começou a pagar nesta quarta-feira a fiança de 52 milhões de reais imposta pelo juiz federal Marcelo Bretas. O pagamento da cifra milionária é a condição imposta pelo magistrado para que o ex-bilionário não volte ao presídio de Bangu 9, onde ficou preso por três meses. O prazo de três dias úteis ao pagamento da fiança estipulado por Bretas, que acaba à 0h desta quinta-feira, está suspenso por ordem dele enquanto Eike não deposita o valor integral.
“Suspendo os efeitos da decisão de fl. 2561 até a integralização do valor da fiança”, escreveu o juiz federal em um despacho na tarde de hoje, sem determinar um novo prazo para a integralização do pagamento. Não há informações sobre o valor já depositado em juízo pelo ex-bilionário.

Nenhum comentário: