sexta-feira, 12 de maio de 2017

Codinome de Dilma em e-mail secreto era 'Iolanda', dizem delatores



A ex-presidente Dilma Rousseff teria adotado o codinome "Iolanda" para se comunicar o casal de marqueteiros Mônica Moura e João Santana sobre a possibilidade de que eles fossem presos pela Operação Lava Jato.
As informações são da revista Veja desta sexta-feira (12). A informação conta na delação premiada do casal.
“O seu grande amigo está muito doente. Os médicos consideram que o risco é máximo, 10. O pior é que a esposa, que sempre tratou dele, agora está com câncer e com o mesmo risco. Os médicos acompanham os dois, dia e noite”, teria escrito a ex-presidente ao casal. O "doente" seria Santana, enquanto Mônica seria a "esposa".
Dilma teria ainda feito uma ligação telefônica a Santana, que estava me viagem à República Dominicana, recomendando que o casal se afastasse do país. O marqueteiro estaria com ordem de prisão decretada, segundo relato de Mônica Moura.
Em 22 de fevereiro de 2016, a Polícia Federal deflagrou a 23ª fase da Operação Lava Jato, chamada de Operação Acarajé, cujos principais alvos eram os marqueteiros do PT. De acordo com Mônica Moura, as informações sobre as investigações da operação seriam vazadas pelo ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo. Tanto Dilma quanto o ex-ministro negam as acusações feitas na delação.

Nenhum comentário: