quarta-feira, 24 de maio de 2017

Chuva forte causa transtornos em Três de Maio e região





A forte chuva que atingiu Três de Maio e região no início da noite de ontem causou uma série de transtornos para a população. Foram registrados alagamentos, bloqueio de estradas e queda de ponte.

O acesso a cidade de São José do Inhacorá pela localidade de Beato Roque foi interrompido. A ponte sobre o Lajeado Jundiá ficou encoberta pela água, devido à elevação do nível do rio Inhacorá, próximo à área industrial do município. A estrada liga à BR 472.

A estrada de Mato Queimado também chegou a ficar interrompida durante a noite, quando o Lajeado Cachoeira encobriu a ponte, mas no início da manhã de hoje já era possível cruzar com veículos.

No município de Independência, a ponte de madeira sobre o Arroio Pessegueiro em Lajeado Pessegueirinho, foi destruída pela correnteza.

Em Santa Rosa, segundo o Jornal Noroeste, foram registrados sete pontos de alagamentos durante a noite. Os locais mais críticos eram as Ruas Guanabara e Barro Preto no Bairro Planalto, Vila Piekala, Avenida Perimetral sentido do Bairrro Timbaúva, Rua Nolar Kruel no centro e Vila Auxiliadora. As informações são do Jornal Noroeste.

Dois caminhões da prefeitura foram mobilizados para a remoção de moradores. Durante a enxurrada por questões de segurança prefeitura e Defesa Civil interditaram a ponte do Bairro Bela Vista em ambos os sentidos, uma vez que a mesma já havia sido danificada na última chuva forte e foi recuperada de forma provisória.

Já o Rio Uruguai estava 5,5 metros acima do nível em Porto Mauá na manhã desta quarta-feira, quando foi realizada a última medição. A travessia de balsas entre Brasil e Argentina só é suspensa quando o rio chega a marca de 9,35 m. O jornalista Vilson Winckler acredita que o Uruguai desta vez não subirá tanto.    

Nenhum comentário: