terça-feira, 18 de abril de 2017

União rejeita construir presídio federal em área oferecida em Charqueadas



O terreno oferecido pelo governo estadual para construção um presídio federal em Charqueadas, na região Carbonífera, foi rejeitado pelo Depen (Departamento Penitenciário Nacional). A área que foi apresentada ao governo federal não atendia às exigências técnicas para a realização da obra, que deve seguir os mesmos padrões do Presídio de Catanduvas, Oeste Paranaense.
A área oferecida anteriormente pela SSP (Secretaria da Segurança Pública) era aos fundos da Colônia Penal Agrícola. O relatório da visita dos técnicos do Ministério da Justiça e do Depen ao terreno em Charqueadas não foi concluído mas já descarta a utilização das terras.
A instalação federal é projetada para ser de segurança máxima e deve ter aproximadamente 220 vagas. Com a negativa, o Estado vai ter que apresentar uma nova área de no mínimo 25 hectares, próxima de uma rodovia e de um aeroporto com voos comerciais.
O secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer, deve se encontrar com técnicos do Depen nesta semana. O uso de áreas em Charqueadas não está descartado, mas o lote apresentado não poderá ser novamente apresentado.

Nenhum comentário: