sexta-feira, 7 de abril de 2017

Tupanciretã: Meta é vacinar 70 mil animais(bovinos e bubalinos) contra a febre aftosa

Tupanciretã:Meta é vacinar 70 mil animais(bovinos e bubalinos) contra a febre aftosa


A vacinação contra a febre aftosa no Rio Grande do Sul começa no dia 1º de maio e vai até o dia 31. Segundo a Inspetoria Veterinária, em Tupanciretã a meta é vacinar 70 mil animais, entre bovinos e bubalinos de todas as idades. Os bovinos correspondem a mais de 90% do rebanho a ser vacinados nas 2.200 propriedades do município de Tupanciretã. 

As doses de vacina devem ser adquiridas em casas agropecuárias credenciadas à Secretaria da Agricultura. Depois da imunização, o produtor precisa efetivar a comprovação na Inspetoria, dentro dos prazos legais, apresentando a nota fiscal da compra e declarando o rebanho vacinado, por categoria e sexo. 

O Rio Grande do Sul hoje é considerado zona livre de febre aftosa, com vacinação. O último caso da doença no Estado foi registrado em 2001. Conforme a Inspetoria Veterinária de Tupanciretã, nesse ano não haverá distribuição de vacinas gratuitas para os produtores com até 50 cabeças de animais. 

Também termina no dia 31 de maio o prazo para os produtores fazerem a declaração anual do número de animais na propriedade. Quem não fizer a comprovação no prazo estipulado deve pagar multa.

Nenhum comentário: