quarta-feira, 5 de abril de 2017

Suspeito de estuprar e matar ex-namorada é preso em São Francisco de Assis


Foi preso, o suspeito de ser o autor do homicídio que aconteceu na noite de domingo, em São Francisco de AssisPaola Medeiros Resta, 17 anos, foi morta com oito facadas em uma residência, após ter sido estuprada pelo ex-namorado. 
Tiago da Silva Alito, 20 anos, foi preso preventivamente pela Polícia Civil. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos sobre o caso, mas, segundo o delegado Marcos Viana, que responde pela delegacia, o suspeito optou por permanecer em silêncio.
– Ele não quis declarar nada, mas todas as testemunhas já tinham sido ouvidas e, por isso, foi pedida a prisão do suspeito – disse o delegado.
O jovem foi recolhido ao Presídio Estadual de São Francisco de Assis. A partir de agora, a Polícia Civil tem 10 dias para concluir o inquérito e fazer os devidos encaminhamentos.
Por mensagem, o advogado Altemir Ramos, da defesa do jovem, afirmou que vai aguardar a investigação do caso para poder se inteirar da acusação contra o suspeito.
O caso
De acordo com o delegado Viana, Paola foi morta por volta das 21h30min do último domingo, no Bairro Getúlio Vargas. Testemunhas disseram que antes de ser morta, ela e o suspeito teriam iniciado uma discussão e a vítima teria alegado que foi obrigada a ter relações sexuais com o ex-namorado. Em seguida, ao tentar correr para dentro de casa, Paola foi morta a facadas na sala. As facadas atingiram as costas e o tórax.
As investigações concluíram que alguns familiares da adolescente estavam na residência no momento do crime e viram o suspeito fugir. A motivação teria sido passional: o ex-namorado não aceitava o término do relacionamento. O delegado afirmou que a vítima já tinha sido agredida outras vezes pelo suspeito.
Paola foi socorrida e levada para o Hospital Santo Antônio, em São Francisco de Assis, e transferida para o Hospital Universitário de Santa Maria (Husm), mas morreu no caminho. O caso é tratado como feminicídio.

Nenhum comentário: