quarta-feira, 12 de abril de 2017

População de Santiago diz o que espera da educação



A secretária de Educação de Santiago, Mara Rebelo, reuniu equipes de diferentes setores pasta para uma missão: fazer uma expedição investigativa. Por meio de uma proposta do programa União Faz a Vida, em parceria com o Sicredi, os servidores foram orientados a abordar as pessoas nas ruas com a pergunta: "Qual seu sonho pra educação do município?"
Após palestra com Cristiane Biscaíno, coordenadora pedagógica do União Faz a Vida, a equipe foi à rua para colher as percepções das pessoas sobre o que é feito no município e o que pode ser melhorado. Os servidores foram divididos em equipes e se posicionaram em diferentes pontos da cidade, para entrevistar as pessoas e colher o máximo de informações.
Essa iniciativa da Secretaria de Educação tem um propósito. Segundo Mara Rebelo, os depoimentos serão úteis para a criar o Plano de Ação da Smec, levando em conta a percepção das pessoas sobre a educação municipal. Ela acredita que as ideias de quem está do lado de fora podem ajudar a melhorar o trabalho de quem está dentro do sistema.
– Todos os nossos diálogos com a comunidade servirão como base para a criação de um Comitê Gestor da Educação, algo inédito na região e talvez no Estado. Com o propósito de participar das ações e ter um papel decisivo para que tenhamos um trabalho mais humano e de excelência – afirma Mara Roseli Esmério, coordenadora de projetos sociais do Sicredi, diz que a secretaria está tendo uma ideia inovadora.
– Tomara que outras secretarias municipais façam o mesmo. Se queremos que a comunidade participe mais, devemos incluí-la mais, ouvir o que ela espera que aconteça – diz.

Nenhum comentário: