domingo, 9 de abril de 2017

Pai que jogou bebê contra parede sofre de problemas mentais, diz mãe da criança



Um bebê de cinco meses está hospitalizado com fratura no crânio após ter sido arremessado contra a parede de casa em Mato Queimado, no Noroeste do Rio Grande do Sul. O pai da criança é suspeito das agressões, que aconteceram na noite da última quinta-feira (6).
O fato aconteceu em Rondinha, no interior do município. A criança ferida foi levada ao Hospital de Caibaté, mas, devido à gravidade da lesão, foi transferida para Santo Ângelo. Uma tomografia apontou a fratura.
Neste sábado (8), o estado de saúde do menino era estável, e ele não corria risco de vida. Os médicos avaliam se há necessidade de cirurgia. Técnicos do Instituto-Geral de Perícias foram ao local para fazer um exame de lesão corporal.
A mulher do suspeito e mãe da criança disse que o marido sofre de problemas mentais, e agrediu a criança por ter ficado incomodado com o choro. O homem compareceu à delegacia, mas ainda não prestou depoimento.
"Ontem houve o comparecimento espontâneo da pessoa que cometeu esse ato absurdo, o qual fez uma entrega de arma de fogo, uma espingarda, na delegacia, e já aprazamos a data para interroga-lo no inicio da semana. A depender do quadro da criança, ele pode ser responsabilizado por tentativa de homicídio ou lesão corporal grave. Isso tudo a depender dos laudos do IGP", disse o delegado.

Nenhum comentário: