sexta-feira, 28 de abril de 2017

Manifestantes saem às ruas de Alegrete contra reforma da Previdência e desmonte do Estado



Em Alegrete, centenas de manifestantes saíram as ruas em protesto contra a reforma da Previdência e o desmonte do Estado. Sindicalistas, estudantes, servidores públicos federais, estaduais, vereadores, MST, entre outros grupos.
A concentração, no início da manhã, foi na Praça General Osório e começou depois de dois bloqueios, um em frente às garagens das duas empresas de transporte coletivo e da ponte Borges de Medeiros.
Com cartazes e palavras de ordem, eles desceram pela Rua dos Andradas e passaram em frente à Câmara de Vereadores. Vinte e três entidades participaram da manifestação que acontece neste dia 28 em todo o país.
Inicialmente, a presidente do Sindicato do Comerciários, Elaine Miller disse que as linhas ficariam suspensas durante todo o dia. Esta, seria a forma mais dura de mostrar a indignação quanto ao descaso do governo com os trabalhadores. Mas às 10h houve o desbloqueio. Todos os funcionários foram surpreendidos ao chegarem para trabalhar.
A manifestação foi pacífica em Alegrete e os integrantes fecharam a quadra da Getúlio Vargas em frente à Urcamp, quando as entidades falaram à comunidade.

Nenhum comentário: