segunda-feira, 3 de abril de 2017

Entenda como vai funcionar o processo de fechamento de Farmácias Populares no Estado

Entenda como vai funcionar o processo de fechamento de Farmácias Populares no Estado

A partir de maio o Ministério da Saúde deixa de fazer o repasse de R$ 12 mil para as unidades das Farmácias Populares. A decisão do governo federal de fechar os cofres para Farmácias Populares, de acordo com o Ministério da Saúde, foi devido aos altos custos com fiscalização, armazenamento e distribuição de medicamentos. Com isto, esta verba será destinada para as secretarias de saúde dos Estados e dos município, para que então estes valores sejam destinados para compras de remédios oferecidos no SUS e nas unidades públicas de saúde dos municípios.

Cerca de 80% do valor repassado pelo Ministério da Saúde para as Farmácias Populares estaria sendo usado para custos administrativos. O Ministério da Saúde afirma que a economia de R$ 100 milhões por mês permitirá ao governo aumentar o valor mensal por habitante destinado à compra de remédios na rede pública de R$ 5,10 para R$ 5,58

No entanto, farmácias particulares credenciadas no programa "Aqui tem Farmácia popular", não sofrem mudança. As 28 Farmácias Populares gaúchas poderão seguir funcionando se os municípios assumirem os custos. Sendo assim, vai depender de cada município decidir se fará ou não o repasse para as Farmácias Populares.

A decisão de fechar as Farmácias Populares, de acordo com o Ministério da Saúde, foi devido aos altos custos com fiscalização, armazenamento e distribuição de medicamentos. Cerca de 80% do valor estaria sendo usado para os custos administrativos. O Ministério da Saúde afirma que a economia, de R$ 100 milhões por mês, permitirá ao governo aumentar o valor mensal por habitante destinado À compra de remédios na rede pública de R$ 5,10 para R$ 5,58.

Nenhum comentário: