quinta-feira, 16 de março de 2017

Últimos capítulos: Ciro será condenado a 12 anos de prisão em 'A lei do amor'

Ciro (Thiago Lacerda) (Foto: Reprodução)

Ciro (Thiago Lacerda) pagará pelo crime que cometeu na reta final de "A lei do amor". Nos últimos capítulos da novela das 21h, ele será julgado e condenado a 12 anos de prisão pela participação no assassinato de Suzana (Regina Duarte).
O filho de Sílvia (Regina Braga) irá para o tribunal do júri e terá a defesa de Olavo (Tato Gabus Mendes).
- Senhor Ciro Noronha, o senhor declarou em seu depoimento à polícia que agiu em conluio com a senhora Magnólia Costa Leitão (Vera Holtz) para que, tanto a senhora Suzana Rivera, quanto o senhor Fausto Leitão (Tarcísio Meira), fossem assassinados. O senhor mantém os termos de sua declaração? - perguntará um promotor.
- Mantenho. Fui eu que contratei, a mando da dona Magnólia, o assassinato deles. Mas o Doutor Fausto sobreviveu - responderá Ciro.
O julgamento seguirá e, depois de um tempo, a juíza dará a sentença:
- O Conselho de Sentença reconheceu que o réu Ciro Noronha praticou homicídio qualificado por motivo torpe de Suzana Rivera e o homicídio tentado qualificado por motivo torpe de Fausto Leitão, crimes previstos no artigo 121 do Código Penal. Da mesma forma, o Conselho de Sentença reconheceu que o réu confessou espontaneamente, perante a autoridade, a autoria dos crimes, beneficiando-se assim da redução de pena prevista no artigo 65 do Código Penal. Eu, juíza Carolina Giardino, sentencio o réu Ciro Noronha à pena de 12 anos de reclusão, a ser cumprida inicialmente em regime fechado.
Ciro ficará insatisfeito e Olavo tentará consolar o cliente.
- E não compensa recorrer. Em cinco anos, você progride pro semi-aberto. Se trabalhar na cadeia, progride mais rápido - explicará o advogado.
Yara (Emanuelle Araújo) e Sílvia, que estarão acompanhando na plateia, se aproximarão para se despedir.
- Vai passar rápido. Te amo - dirá a funcionária da galeria de Helô (Cláudia Abreu).
- Te amo, e vou fazer de tudo pra conseguir minha liberdade - prometerá Ciro, que será levado por um oficial.

Nenhum comentário: