sábado, 4 de março de 2017

Tiririca se recusa a assinar manifesto de intelectuais em apoio a Lula



 “Não me junto com gente inculta”. Com esta peremptória afirmação, o deputado federal Tiririca desmentiu os boatos que diziam que ele havia se somado aos intelectuais que assinaram o manifesto em defesa da pré-candidatura do ex-presidente Lula em 2018 ao Palácio do Planalto.

SEI QUE NA LISTA HÁ INTELECTUAIS DA MAIS PROFUNDA RELEVÂNCIA, COMO MEU COLEGA DE PARLAMENTO, SIBÁ MACHADO, A SENADORA FÁTIMA BEZERRA, DILMA ROUSSEFF, ENTRE OUTROS, MAS EU ME RECUSEI A ASSINAR, PRIMEIRAMENTE PORQUE AINDA NÃO DECIDI QUEM VOU APOIAR EM 2018; SEGUNDAMENTE PORQUE SEI QUE ELES ESTAVAM COLETANDO ASSINATURA NO MEIO DA RUA, DIZENDO QUE ERA PARA O SORTEIO DE UMA RIFA. ENTÃO NÃO VOU APOR MINHA IMPOLUTA ASSINATURA NUM DOCUMENTO DESSE, JÁ QUE OS SIGNATÁRIOS SE AUTODENOMINAM ‘INTELECTUAIS’, MAS PODE SER QUE NEM TODOS SEJAM DE FATO”, DECLAROU O PARLAMENTAR.
As declarações de Tiririca foram recebidas com tristeza por alguns setores do meio intelectual e acadêmico brasileiros, suscitando inclusive o cancelamento de uma homenagem que receberia pela Academia Brasileira de Letras em razão do aniversário de vinte anos de seu sucesso “Florentina de Jesus”.
FIQUEI SURPRESO COM ESSA POSTURA DA ABL, POIS EVIDENCIA UM SECTARISMO ATÍPICO DA ACADEMIA, COMO SE TODOS OS ARTISTAS E PENSADORES TIVESSEM A OBRIGAÇÃO DE SE ALINHAR POLITICAMENTE COMO SE FOSSE UMA MANADA DE PIRANHAS, OU UM CARDUME DE BOIS”.

Nenhum comentário: