sexta-feira, 3 de março de 2017

Jovens do Grêmio empatam com o Ceará



Um Grêmio totalmente desfigurado, com jogadores das categorias de base ou que estão fora dos planos do clube. E mesmo assim, um empate providencial contra o Ceará e a vida na Primeira Liga. Foi este o resumo da segunda rodada do grupo B da competição. Nesta quinta-feira (02) o duelo que terminou 1 a 1 passou longe do que pretendiam os visitantes, mas foi celebrado pelo Tricolor. 
Tudo porque o Ceará foi muito superior na maior parte do jogo. Marcou um gol no primeiro tempo, perdeu ao menos outros três. Não conseguindo marcar, deu vida ao Grêmio, que passou a especular na etapa final. E contou com uma ajuda do goleiro Éverson, que falhou, para empatar. 
 
Desta forma, o Vozão fica com 3 pontos em segundo na chave. O Flamengo, com 7, está classificado. O Grêmio, por sua vez, tem 1 e ainda um confronto com o América-MG, que também soma 1 ponto, para sonhar com o avanço. A partida será dia 5 de abril. Com uma vitória simples, o Grêmio avança. 
 
A utilização massiva de jogadores que sequer suplentes são reflete a prioridade absoluta nos compromissos importantes que se avizinham para o Tricolor. No sábado há o clássico Gre-Nal pelo Campeonato Gaúcho. Na próxima quinta, a estreia na Libertadores contra o Zamora.  

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 1 CEARÁ
 
Data e hora: 02/03/2017 (quinta-feira)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Rodrigo D'Alonso Ferreira
Auxiliares: Thiaggo Americano Labes e Fabiano Coelho da Silva
Renda: R$ 34.370,00
Público: 2. 944 (total)
Cartões amarelos: Wallace Oliveira (GRE); Éverson (CEA), Lucas (CEA), ViCtor Rangel (CEA)
Gols: Magno Alves, do Ceará, aos 18 minutos do primeiro tempo; Lucas Rex, do Grêmio, aos 9 minutos do segundo tempo; 
 
GRÊMIO
Bruno Grassi; Wallace Oliveira (Balbino), Lucas Rex, Zé Augusto e Iago; Machado, Jeferson Negueba, Ty (Jean Pyerre), Rondinelly (Tilica) e Lima; Lucas Coelho. 
Técnico: Felipe Endres 
 
CEARÁ
Éverson; Thiago Cametá, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Romário (Lucas); Raul, Richardson, Alex Amado (Maxi Bianchutti), Felipe Tontini (Arthur) e ViCtor Rangel; Magno Alves. 
Técnico: Givanildo Oliveira  

Nenhum comentário: