domingo, 12 de março de 2017

Com gol de pênalti inexistente, Inter perde em Caxias do Sul



O Internacional foi derrotado por 1 a 0 pelo Juventude na tarde deste domingo, no Alfredo Jaconi, pela 7ª rodada do Gauchão. O gol foi marcado em um lance polêmico. Aos 46min do segundo tempo, a bola acertou o peito do lateral Junio no interior da área e, equivocadamente, o árbitro Diego Real marcou toque de mão. O pênalti inexistente decidiu o resultado em Caxias do Sul.
Pênalti inexistente decide o placar
No apagar das luzes, aos 46min, a bola acertou claramente o peito de Junio (veja vídeo abaixo) no interior da área, mas o árbiro Diego Real marcou o pênalti. Apesar da forte reclamação dos colorados e da longa conversa que Real teve junto ao árbitro assistente e ao quarto árbitro, o que chegou a sugerir que a marcação equivocada seria revertida, a penalidade foi mantida. Seis minutos depois, Tadeu bateu e converteu a cobrança.
O próximo compromisso é contra o Sampaio Corrêa, quarta-feira (15/3), às 21h45, no Beira-Rio, pelo jogo de volta da 3ª Fase da Copa do Brasil . Pelo Estadual, próxima partida é diante do São Paulo-RS, sábado (18/3), no Gigante.
Ficha técnica:
Juventude (1): Douglas; Vidal, Wanderson, Ruan e Pará; Fahel, Sananduva, Taiberson (Murilo), Caprini (Dieguinho) e Bruno Ribeiro; Caion (Tadeu). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.
Internacional (0): Danilo Fernandes; Alemão (Junio, aos 13min do 1º tempo), Léo Ortiz, Paulão e Uendel; Rodrigo Dourado, Charles, William e Roberson; Nico López (Carlos, aos 16min do 2º tempo) e Brenner (Valdívia, aos 34min do 2º tempo). Técnico: Antonio Carlos Zago.
Gol: Tadeu (J), de pênalti, aos 52min do segundo tempo.
Cartões amarelos: Paulão, Junio, Rodrigo Dourado, Léo Ortiz (I); Caprini, Tadeu, Vanderson (J). Expulsão: Charles (I).
Arbitragem: Diego Real, auxiliado por Rafael Alves e Leirson Martins.
Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

Nenhum comentário: