sábado, 11 de março de 2017

CASO VICTOR RAMOS: INTER QUER ANTECIPAR AUDIÊNCIA DE OLHO NA SÉRIE A



Estão definidos os três árbitros que julgarão o caso do Internacional contra CBF, Vitória e STJD na Corte Arbitral do Esporte, na Suíça. Um italiano, um israelense e um português avaliarão as alegações de todas as partes em julgamento que deve ocorrer no mês de abril. E o Colorado quer antecipar ao máximo tal data para que, em caso de vitória no pleito, possa ser recolocado na Série A.
O jurídico do Internacional age com cautela. Contudo, faz questão do julgamento acontecer ao menos antes do início das competições nacionais. Vitória e CBF trabalharam para arrastar a análise do caso pelo CAS, levando a audiência para maio, quando o Colorado já teria iniciado a disputa da segunda divisão. 

A primeira data indicada pelo Internacional para audiência é 25 de abril. Porém, o site oficial do TAS, que traz a relação de julgamentos até 10 de maio, não prevê a realização do encontro. Ainda assim, o Inter quer que ocorra o quanto antes, para ter certeza de qual campeonato irá jogar. Até agora, a Série B é a realidade e para isso que o time se prepara. 

Caso consiga reverter tal situação e o Vitória perca os pontos dos jogos pela utilização de Victor Ramos, o Internacional teria outro problema para ser recolocado na Série A: o Estatuto do Torcedor. O documento prevê que a tabela de cada competição precisa ser divulgada com 60 dias de antecedência. Primeira e segunda divisões já tiveram seu calendário oficializado e qualquer alteração poderia acarretar atraso no começo dos jogos. Ambos os torneios começam no meio de maio. 

Nenhum comentário: