segunda-feira, 27 de março de 2017

Anvisa determina reajuste de até 4,76% nos medicamentos a partir de 1º de abril


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) definiu os percentuais de aumento dos preços de remédios, que serão aplicados a partir de 1º de abril. Segundo informações, a determinação tem base na inflação de fevereiro, divulgada pelo Instituto Brasileito de Geografia e Estatística (IBGE).
Ao contrário do que ocorreu em 2016, quando o governo informou uma única faixa de reajuste de até 12,5%, desta vez existem outras duas faixas, de medicamentos genéricos e os demais. Genéricos estão no grupo de remédios com reajuste superior, e medicamentos com patente, na outra ponta.
Conforme a determinação, os remédios patenteados poderão ser reajustados em até 4,76%. Os genéricos e que não exigem prescrição sofrerão um ajuste de até 1,36%. Os demais medicamentos terão índice de aumento de 3,06%.
A sociação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) destaca que a média dos reajustes está abaixo da inflação, fato que vem se repetindo desde 2005, com exceção de 2016. Os reajustes levam em conta o Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) e fatores de produtividade e de concorrência apontados pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed).

Nenhum comentário: