quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Santiago prepara uma arma botânica contra o mosquito da dengue

Gallery_big_3f1a2b6f91350e76927085d950a85168

O próximo 18 de fevereiro será o Dia D de combate à dengue. Nesta data, a Secretaria de Saúde estará fazendo a distribuição gratuita de três mil mudas de crotalária, uma planta que será uma grande aliada para eliminar com o mosquito Aedes Egypti de Santiago. Conforme estudo feito pela Vigilância Epidemiológica e Ambiental do município, a crotalária será uma grande arma natural, se for plantada pelos moradores. 
A superfície da planta acumula gotículas de água que atraem o mosquito. Ali, ele deposita suas larvas e as fica protegendo. Só que a flor da crotolária atrai outro inseto: a libélula, que é predador natural do aedes egypti e se alimenta dele e das larvas.
"Algumas cidades de São Paulo tiveram uma experiência muito positiva com essa planta e compramos a semente para produzi-la em larga escala no nosso Horto Florestal. É certo que vai nos ajudar muito", afirma a enfermeira Bruna Oliveira, coordenadora da Vigilância Epidemilógica e Ambiental. Ela acredita que Santiago seja das primeiras cidades gaúchas a produzir crotalária em larga escala para a distribuir à população. 

Nenhum comentário: