terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Mulher e genro são mortos a tiros dentro de casa em Cachoeira do Sul

Cachoeira do Sul: Lider do Bairro Promorar e  genro executados.

Foram executados a tiros, no início da madrugada desta terça, 28, Fabiane Machado Pohlmann, 34 anos, e seu genro, Vagner Santos da Rosa, 29 anos.
O crime teria sido executado por quatro indivíduos fortemente armados, que chegaram em um automóvel VW Crossfox de cor preta, por volta das 2h30min, na Quadra19, casa 4, do Bairro Promorar. Fabiane estava em casa com a filha Caroline Pohlmann Freitas, de 18 anos, além de outros  sete  menores de idade, entre eles um bebê de apenas três meses, que conseguiram escapar pelos fundos da residencia atacada.
Segundo informações dos moradores, os bandidos entraram chutando as portas da residência. Eles estavam a  procura de Gustavo Pohlmann, 30 anos, irmão de Fabiane que, segundo a Polícia, teria ligações com o tráfico de drogas.

A dona da casa Fabiane foi executada pelos assassinos, e foi encontrada pela Polícia com várias perfurações nas costas. O namorado de Caroline, filha mais velha de de Fabiane, Vagner da Rosa, ao tentar fugir, também foi morto a tiros por outros elementos do grupo que cercavam a casa.

A polícia encontrou várioas marcas de projeteis e estojos calibres 38 e 9 milímetros junto a residência.


Fabine já foi Presidente do Bairro Promorar e estaria assumindo novamente o comando daquela Associação e Vagner era funcionário do supermercado Rede Super, filial da Praça Honorato.

Gustavo, o homem procurado pelos atiradores era irmão de Fabiane, mas não se encontrava na casa no momento do ataque. Os vizinhos relataram que Gustavo aparecia seguidamente na casa da irmã para comer e tomar banho, já que não tinha um lugar certo para ficar.

Por suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas, a família de Fabiane temia que algo ruim pudesse acontecer e já haviam  solicitado que Gustavo se afastasse  da casa.
Jair de Freitas, marido de Fabiane, escapou de ser executado por que se encontrava na casa da sua mãe, que fica a uma quadra do local do crime.

A ocorrencia foi atendida pelos policiais militares e pelos agentes da Polícia Civil, que já solicitaram técnicos do Instituto Geral de Perícias (IGP) para a coleta provas para elucidação do crime,

Nenhum comentário: