sábado, 18 de fevereiro de 2017

Motoristas esperam 1h30min para atravessar a ponte na RSC-287



Os congestionamentos para chegar à ponte provisória no Km 153 da RSC-287 eram previsíveis. A própria Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) adiantou, no momento em que foi anunciada a colocação da ponte do Exército no local, que haveria tranqueira e, por isso, seria preciso paciência por parte dos motoristas. O que não estava previsto é que as filas de veículos atingiriam os 4,5 quilômetros registrados na tarde de sexta-feira. E que a espera para atravessar a ponte passariam de 1h30min.
A lentidão se deve ao fato de a estrutura metálica ter 3,6 metros de largura e, portanto, permitir o trânsito em apenas uma pista. Além disso, ao grande fluxo na rodovia. O movimento maior de veículos no primeiro dia de operação da ponte provisória foi na direção Santa Maria-Candelária. A rodovia é a principal ligação entre o Coração do Rio Grande à Capital. Por isso, o semáforo, controlado manualmente, permaneceu aberto por mais tempo nesse sentido. Em média 8 minutos por vez. Enquanto, para o outro sentido, o sinal verde ficou aceso cerca de cinco minutos a cada liberação.

Nenhum comentário: