quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Fantasma do desemprego provoca longas filas em supermercado de Alegrete

20170215_083228

20170215_084152

Desde ontem , um supermercado de Alegrete anunciou em nota , que hoje estaria recebendo currículos para vagas de emprego onde abriria uma nova unidade.
Bastou a população saber que desde ontem pessoas se aglomeravam com cadeiras  frente ao supermercado , querendo ser no mínimo um dos primeiros a entregar os currículos . São pessoas de várias faixas etárias , que procuram sua colocação no mercado de trabalho .
Indagados, muitos disseram que em Alegrete ” as oportunidades são muito poucas , e que quando aparece devem tentar de todas as maneiras “, outros dizem que uma parte deste quadro se deve á paralisação do frigorífico de Alegrete , pois desde sua paralisação mais de 600 famílias ficaram desempregadas .  Na fila pude conversar com muitas pessoas várias delas eram funcionárias do frigorifico de Alegrete ,outras  com diplomas , formadas em diversas áreas , mas que ainda não conseguiram se colocar justamente pela falta de oportunidade , uma candidata disse  ” já terminei meus estudos  e já me formei e agora onde está minha oportunidade ? já corri por diversos setores e já ouvi a mesma resposta não há vagas , tenho que que me segurar no que eu arrumar ou tenho que ir embora de minha cidade “.
Uma senhora que estava na fila ao desabafou sobre sua tentativa de emprego , encheu os olhos de lágrimas dizendo que rezava na fila para conseguir até mesmo de faxineira , pois está desempregada ja faz muito tempo e que vivia de faxinas e bicos em casa  de familias é com certeza muito triste o fantasma do desemprego , vi ali nesta imensa fila, o sonho estampado no rosto de cada um , o sonho de ter um trabalho honesto para que possam sustentar suas famílias
Pessoas com vasto currículo , pessoas com pequenos currículos , pessoas querendo sua primeira oportunidade ,esta foi a cena que nossa reportagem presenciou , desde a noite de ontem (terça feira 14/02) ate hoje pela manhã, um quadro que preocupa nossa cidade , o fantasma do desemprego .

Nenhum comentário: