sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Criar um filho custa cerca de R$ 400 mil, calcula educador financeiro

Foto: Agencia RBS.

Criar um filho do nascimento aos 21 anos, para uma família com renda mensal de R$ 5 mil, fica em torno de R$ 400 mil. A estimativa é do presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros, Reinaldo Domingos.
O cálculo estimado inclui: mobília do quarto, equipamentos (carrinho, banheira, etc.) enxoval, consultas médicas, exames, custos com o parto, fraldas, remédios, despesas com babá ou creche, educação, vestuário, presentes e festas em datas especiais, passeios, lazer, alimentação e saúde (assistência médica e odontológica), entre outros.
Difícil, mas o ideal seria começar a guardar 25% da renda dois anos antes do nascimento. Faz um colchão financeiro e já até acostuma com os gastos que vêm pela frente.
Se não conseguiu guardar, o educador financeiro Reinaldo Domingos sugere então guardar R$ 100 por mês. Com isso, poderia atingir R$ 100 mil quando o filho completar 18 anos.
- Se, quando a criança nascer, os pais começarem a poupar R$ 100 por mês – o que não é nenhum absurdo-, em um tipo de investimento com rendimentos médios de 0,6% ao mês, com reajuste inflacionário de 10% ao ano, ao fim desse período terá garantido para o filho aproximadamente R$ 100 mil. Um valor como esse possibilitará uma boa faculdade, pós-graduação ou uma viagem ao exterior.

Nenhum comentário: