quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Trabalhadores nascidos em março e abril podem sacar abono salarial

Segundo a Caixa Econômica Federal, os valores variam de R$ 80 a R$ 954 conforme o tempo de trabalho em 2016

Começa nesta quinta-feira, 22, o pagamento do abono salarial do PIS (Programa de Integração Social) do calendário 2017/2018, ano-base 2016, para os trabalhadores nascidos nos meses de março e abril. Segundo a Caixa Econômica Federal, os valores variam de R$ 80 a R$ 954 conforme o tempo de trabalho em 2016. Os titulares de conta individual na Caixa com saldo acima de R$ 1 e movimentação receberam o crédito automático na última terça-feira, 20.
Os pagamentos são feitos conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho, com os nascidos naquele mês. Os recursos de todos os beneficiários ficam disponíveis até 29 de junho de 2018. Os últimos a sacar serão os nascidos em maio e junho, a partir de 15 de março.
São liberados R$ 15,7 bilhões para 22,1 milhões de beneficiários em todo o calendário. Para os nascidos em março e abril, estão disponíveis R$ 2,664 bilhões para mais de 3,745 milhões de trabalhadores. O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site do banco ou pelo Atendimento CAIXA ao Cidadão: 0800 726 0207.
A Caixa lembra que tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2016, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano-base 2016.
Quem tem o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, a um ponto de atendimento Caixa Aqui ou aos terminais de autoatendimento da instituição. Caso não tenha o Cartão do Cidadão e não tenha recebido automaticamente em conta da Caixa, o valor pode ser retirado em qualquer agência do banco público, apresentando o documento de identificação. O trabalhador vinculado a empresa pública com inscrição no Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) recebe o pagamento pelo Banco do Brasil.

Programação do futebol na TV nessa quinta



'O outro lado do paraíso': Beth vai desmascarar Renan com a ajuda de Patrick

Marcello Novaes e Gloria Pires em cena de 'O outro lado do paraíso' (Foto: Reprodução)

Beth (Gloria Pires) vai desmascarar Renan (Marcello Novaes) com a ajuda de Patrick (Thiago Fragoso) nos próximos capítulos de "O outro lado do paraíso".
Tudo começará quando o advogado se reunir com o casal para discutir o lançamento da grife. Clara (Bianca Bin) também estará presente. Renan contribuirá com um valor baixo e se justificará.
Meus investimentos estão presos em contratos, datas. Só disponho dessa quantia para lançar a grife - mentirá ele.
Eu esperava uma quantia mais expressiva - observará Patrick.
- Não entendo tanto de dinheiro, mas sei que é pouco. O custo dos tecidos, da mão de obra... Deve ser muito mais - completará Duda.
O advogado, então, avisará que vai rever os custos e, depois, marcar um novo encontro. Em seguida, ele conversará com Clara a sós.
- O que a Jô (Bárbara Paz) disse sobre o Renan... Será verdade? - perguntará a mocinha.
- Ela afirmou que ele estava falido. Eu mesmo já desconfiava. Tem alguma coisa errada com ele. Se é rico, por que propôs aquela quantia tão pequena? - refletirá o rapaz, que prometerá investigar tudo. 
O sobrinho de Beatriz (Nathalia Timberg) pedirá o endereço de Renan para Beth e irá ao flat dele. O advogado verá o empresário pegando um táxi e seguirá o veículo até um estacionamento.
- Então é aqui que ele trabalha - constatará.
Mais tarde, Patrick levará Clara e Duda ao local sem revelar o motivo. Renan estará atendendo clientes num food truck, servindo sanduíche e vinho, e será surpreendido pela chegada do trio:
Beth? Eu posso explicar.
- Explicar o que já está explicado? - questionará ela, chocada.
- Renan, você enganou minha mãe todo esse tempo com a história de que era rico, de que tinha uma rede de lojas - atacará a milionária.
- Eu tinha uma rede de lojas, mas...
- Foi o que descobri. Ele perdeu as lojas. Só não sabia exatamente a situação em que estava. Mas, quando veio com a conversa de não poder investir tanto na grife, desconfiei. Resolvi investigar - explicará Patrick.
E me seguiu - concluirá Renan.
- Tanta mentira, Renan, para quê? - perguntará Beth.
- Beth, dá uma chance de eu me explicar.
- O que vejo aqui não precisa de qualquer explicação. Vamos embora. Estamos atrapalhando a fila. Boa sorte. Este é um esplêndido negócio - encerrará ela, saindo.
Renan decidirá ir à casa de Beth para tentar se desculpar, mas a mãe de Clara se recusará a recebê-lo. Arrasada com a possibilidade de não ter sua grife, ela beberá muito, deixando Patrick preocupado.
No dia seguinte, a ex de Henrique (Emilio de Mello) resolverá procurar Renan em seu flat. Os dois terão uma conversa franca e o empresário revelará que sabe que Beth exagera no consumo de álcool. Eles acabarão se entendendo e o rapaz oferecerá todo o seu apoio.

Mulher morre em acidente envolvendo cinco veículos na Rota do Sol, em Caxias do Sul





Uma mulher identificada como Rosemar Dutra Hoffmann, de 45 anos, morreu na noite desta quarta-feira, dia 21, depois de um acidente de trânsito envolvendo quatro veículos e um caminhão no km 150 da Rota do Sol, por volta das 20h30min.
Conforme a polícia, moradores das proximidades denunciaram ao Grupo Rodoviário da Brigada Militar que pelo menos três veículos que trafegavam em alta velocidade no sentido Fazenda Souza/Caxias do Sul, possivelmente estariam disputando um racha. Os veículos seriam um Golf placas CCQ-9995, uma Parati LAR-4738 e um Gol IEW-9001, todos de Caxias do Sul.
Testemunhas relataram que o Golf bateu na traseira do caminhão, IWJ-6458, a Parati bateu no Golf e o Gol que vinha atrás atravessou a pista e bateu fortemente na lateral do Uno, placas IRU-6186, que trafegava no sentido contrário, do lado do motorista, onde estava Rosemar.
Além da vítima fatal, outras quatro pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para hospitais da região. O trânsito ficou bloqueado até a realização da perícia e a Polícia Civil irá investigar a denúncia dos moradores. O motorista da Parati, de 20 anos, teria confessado que participava de um racha. A mulher estaria voltando do trabalho no momento do acidente.

Acesso municipal a Garruchos recebe investimento superior a R$ 1,8 milhão

20180205PHOTO00000045

A Secretaria dos Transportes junto com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) deve concluir em março deste ano a recuperação da ERS-176, localizada entre Garruchos e Santo Antônio das Missões, no Noroeste do Rio Grande do Sul. Desde setembro de 2017, a rodovia não pavimentada está com serviços de revestimento primário para melhorar as condições de trafegabilidade nos 60 quilômetros de extensão. Ao todo, serão investidos R$ 1,8 milhão na estrada, recurso proveniente do Tesouro do Estado.
“Esse montante será utilizado para melhorar significativamente a ERS-176, facilitando a sua manutenção pelos próximos quatro anos. A camada de cascalho que está sendo implantada reduzirá os custos da conservação, uma vez que não será mais necessário utilizar o material nas intervenções periódicas”, explica o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen.
O titular da pasta dos Transportes destacou a atuação das lideranças regionais, “A recuperação dessa rodovia foi discutidas muitas vezes em reuniões na Secretaria. A mobilização dos prefeitos e vereadores foi fundamental no processo de andamento desta obra,” concluiu o secretário
Atualmente, a Construtora Alegretense – empresa contratada através de licitação – realiza a reconstituição da pista, limpeza e melhoramento das valas laterais de drenagem e colocação de cascalho em todo o segmento. “Começamos pelo quilômetro zero e estamos no 50, com 75% dos serviços concluídos, o que só foi possível graças ao apoio do secretário Westphalen e do Governador Sartori”, afirma o diretor-geral do departamento, Rogério Uberti.
O dirigente conta que as atividades devem avançar por toda a extensão do acesso, que receberá, ainda, novos serviços de patrolamento e compactação. “Iremos entregar à população um trabalho de qualidade que irá, de fato, fazer a diferença para quem transita pela região”, finaliza Uberti.